Cripto Semanal #19

Cripto Semanal #19

Institucional
15 de abril de 2019 por XDEX
46
Adentramos a terceira semana de relativa estabilidade nas cotações dos criptoativos no novo patamar de ~US$ 5.000 por bitcoin e de ~US$ 175 bilhões em valor de mercado de todos os ativos. Como já afirmei algures, ainda é cedo para decretar o fim do bear market, mas, com certeza, já é suficiente para conceder um
Banner Cripto Semanal XDEX

Adentramos a terceira semana de relativa estabilidade nas cotações dos criptoativos no novo patamar de ~US$ 5.000 por bitcoin e de ~US$ 175 bilhões em valor de mercado de todos os ativos.

20190408 Tabela - Cripto Semanal #19

Como já afirmei algures, ainda é cedo para decretar o fim do bear market, mas, com certeza, já é suficiente para conceder um alívio aos mais agoniados e uma boa janela de realização de lucros.

Mas para quem tem uma visão de longo prazo, são notícias como a seguinte que fazem o mercado entender o potencial das criptos: a França acaba de fazer uma emenda ao código de seguros para permitir que seguradoras e fundos de pensão possam investir em criptoativos. Ainda mais atrasados que os investidores institucionais, os gestores de seguradoras e fundos de pensão ainda nem começaram nesse mundo.

Até porque, como reitero sempre, estamos no início da construção de um nova infraestrutura tecnológica, o que não ocorre da noite para o dia. Levará anos, ou décadas, para a indústri atingir um nível de maturidade.

Publicidade:

728x90 2 - Cripto Semanal #19

Precisamente por esse motivo, Tom Shaughnessy da Delphi Digital levanta pontos pertinentes ao atual estado de desenvolvimento de alguns projetos no mundo cripto. Segundo Tom, preocupa a falta de transparência da Fundação Ethereum, uma das principais responsáveis pela manutenção e atualização do código do protocolo, e o escasseamento das reservas em vários projetos (Ethereum Classic, Steemit, R3).

Outra notícia que sacudiu o mercado — na verdade nem tanto — foi o banimento de mineração de criptoatvios na China, pela enésima vez. Felizmente, Katherine Wu esclareceu no detalhe o que de fato ocorreu, alertando que, caso a tal lista de atividades empresariais (são centenas) venha a se tornar lei (ainda não se sabe), é difícil prognosticar como a mineração atuará depois disso no país comunista. Por ora, muita especulação, poucas certezas.

Aproveitando que mencionamos a Delphi Digital, recomendo o relatório Macro Outlook publicado por essa casa de research que avalia os efeitos da conjuntura macroeconômica, sobretudo monetária, nos criptoativos.

Agora, o contrário, isto é, os criptoativos afetando a conjuntura macro, já está ocorrendo. Pelo menos essa é a visão de ninguém menos que Christine Lagarde, chefe do FMI, ao afirmar que “Criptomoedas estão claramente balançando o sistema.”

Na mesma linha, é revigorante ler de um ex-economista-chefe do Banco Nacional da Suíça (banco central do país) que as criptomoedas podem, sim, ser consideradas uma alternativa ao atual imbróglio dos bancos centrais e suas políticas não convencionais e extraordinárias.

Segundo Kurt Schiltknecht, se os BCs acentuarem a política de juros negativos, o que é, talvez, provável, não restará saída a não ser ativos digitais inconfiscáveis.

Para encerrar, uma nova interessante: a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) aprovou o uso do blockchain para registro de informações da agência, inclusive para diário de bordo digital.

Uma boa semana a todos!

Fernando Ulrich,
Analista-Chefe da XDEX.
www.xdex.com.br

Adicionar um comentário