Cripto Semanal #43

Cripto Semanal #43

Institucional
2 de outubro de 2019 por Fernando Ulrich
122
Após a reversão do mercado na semana retrasada, a cotação do bitcoin se manteve ao redor do patamar de US$8.250. O mercado como um todo segurou quedas mais expressivas e o valor global dos criptoativos permaneceu no nível de US$ 220 bilhões CRC, Conselho de Classificação de Criptos No âmbito regulatório, algumas empresas estão formando
Banner Cripto Semanal XDEX

Após a reversão do mercado na semana retrasada, a cotação do bitcoin se manteve ao redor do patamar de US$8.250. O mercado como um todo segurou quedas mais expressivas e o valor global dos criptoativos permaneceu no nível de US$ 220 bilhões

20191002 Tabela 1 - Cripto Semanal #43

CRC, Conselho de Classificação de Criptos

No âmbito regulatório, algumas empresas estão formando uma espécie de consórcio para auxiliar o mercado (e os órgãos reguladores) a determinar se um criptoativo é ou não valor mobiliário. Intitulado de “Crypto Ratings Council” (CRC, Conselho de Classificação de Criptos), a iniciativa consiste em criar um sistema para avaliar os ativos usando diversos critérios.

Em uma escala de 1 a 5, sendo 1 a menor probabilidade de ser considerado um valor mobiliário, os principais criptoativos já estão devidamente avaliados pelo CRC. Vale destacar a nota 1 para bitcoin e 2 para ether, o que coloca o token da rede Ethereum numa classificação não tão clara quanto a do BTC.

O fim dos ICOs?

E por que essa classificação importa? Porque a classificação de valor mobiliário inviabilizaria ICOs (initial coin offerings), ou exigiria de vários projetos o atendimento da regulação americana para oferta pública de valores mobiliários.

Publicidade:

Banner Bitcoin Taxa Zero

Para ilustrar com exemplo recente, no dia 30 de setembro de 2019, a SEC (CVM americana) divulgou a multa a ser paga pela empresa Block.one, responsável pelo ICO da rede EOS, por “oferta pública irregular de valor mobiliário”. Segundo a nota da SEC, a empresa concordou em pagar US$24 milhões pela infração. Àqueles que tiverem interesse em aprofundar nas implicações jurídicas e regulatórias deste caso, recomendo o documento anotado pela Katherine Wu.

Projeto Libra: um novo protocolo para o dinheiro

Relacionado à regulação, a controvérsia iniciada pelo projeto Libra do Facebook segue suscitando sentimentos ambivalentes de reguladores e congressistas mundo afora. No fim de setembro, David Marcus (o CEO da Calibra, a subsidiária do Facebook e membro da Associação Libra) escreveu um artigo explicando as razões pelas quais eles estão construindo um novo protocolo para o dinheiro. Segundo ele, essa “é a única forma de verdadeiramente mudar o jogo para as pessoas.”

O curioso é que todo o argumento desenvolvido por Marcus se aplica igualmente (ou sobretudo) ao protocolo do Bitcoin, o qual é realmente universal, público, acessível por qualquer usuário e não controlado por nenhuma empresa. Sem dúvida alguma, estamos em tempos interessantes e o dinheiro do futuro está sendo construído nesse momento.

Vídeo do Thiago Nigro sobre bitcoin

Por fim, vale a pena assistir ao vídeo do Thiago Nigro sobre bitcoin, comprando R$ 100 mil em BTC e explicando o racional por trás do investimento.

Aproveito também para convidar a todos os leitores a participar da Semana dos Ganhos Exponenciais com Bitcoin produzida pelo especialista em criptomoedas Rodrigo Miranda.

Caso tenha perdido alguma carta semanal, clique aqui

Uma boa semana a todos,
Fernando Ulrich.

Adicionar um comentário