Cripto Semanal #66

Banner Cripto Semanal XDEX

Semana conturbada nos principais mercados do mundo devido ao colapso dos preços do petróleo em conjunto ao efeito coronavírus. O mercado de criptomoedas acompanhou o movimento de forte correção com o Bitcoin voltando a cair abaixo dos US$ 8 mil.

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Cripto Semanal #66

Banco Central Chinês injeta $4.7M em Plataforma de Negociação em Blockchain

O Banco Popular da China (PBoC) garantiu US$ 4,7 milhões em financiamento do governo para a sua plataforma financeira de negociações baseada na tecnologia blockchain. O financiamento será administrado por três anos e foi designado para projetos de pesquisa e desenvolvimento utilizando a tecnologia.

Apresentada em setembro de 2018, a plataforma foi desenvolvida com o objetivo de facilitar transferências e criar um registro seguro para o compartilhamento de informações entre empresas e departamentos do governo chinês.

Em meados de janeiro, estimava-se que a plataforma havia processado US$ 12,4 bilhões em transações para os 38 bancos e quase 1.900 empresas que se inscreveram para usá-la.

Segundo a Xinhua, canal da mídia chinesa, a plataforma reduziu o tempo de processamento das transferências de 10 dias para apenas 20 minutos. Além disso, os custos incorridos com o uso da plataforma também diminuíram em aproximadamente 6%.

Opções de Bitcoin registram volume recorde de US$ 198M em meio à recente queda de preços

O recorde de volume de negociação em opções de bitcoin foi quebrado nessa segunda-feira com investidores buscando proteger suas posições em meio à liquidação em massa provocada pelo pânico generalizado nos principais mercados ao redor do globo.

Um contrato de opção é um derivativo baseado no valor de um instrumento financeiro que dá o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender uma quantia específica de um ativo antes ou na data de vencimento do contrato. “A negociação de derivativos tende a aumentar quando um grande movimento no mercado à vista ocorre, no qual foi desencadeado nessa segunda-feira por uma liquidação extraordinária em ativos de risco globalmente”, disse à CoinDesk o CEO e co-fundador da Skew, plataforma de inteligência de mercado para mercados de derivativos de criptomoedas.

Blockchain.com oferece empréstimos em criptomoedas a seus usuários

Em meio ao crescimento do setor de empréstimos utilizando criptomoedas, a maior fornecedora de carteiras de ativos digitais, Blockchain.com, lançou um novo produto para todos os seus usuários.

O novo produto oferecido pela empresa permite que seus usuários emprestem a stablecoin Paxos Standard (PAX) contra o Bitcoin (BTC) diretamente de sua plataforma. A PAX é uma das maiores stablecoins lastreadas no dólar americano, ficando atrás apenas do Tether (USDT) em volume de negociação. Baseada na blockchain do Ethereum, a Paxos Standard é pareada 1:1 pelo USD e até o presente momento está ranqueada como a 33ª maior criptomoeda por capitalização de mercado, totalizando cerca de US$ 266 milhões de acordo com os dados da Coin360.

Criptos não escapam e sofrem com pânico generalizado do mercado. Bitcoin volta a cair abaixo dos US$ 8 mil.

As criptomoedas não ficaram imunes às oscilações que abalaram os mercados globais nessa segunda-feira, mergulhando junto com os principais ativos negociados no mundo após o colapso dos preços do petróleo em conjunto ao efeito coronvavírus.

Segundo matéria publicada pela Bloomberg, o Bitcoin chegou a cair cerca de 16,4% durante esse último final de semana em relação ao seu último preço negociado na sexta-feira, dia 06, sendo negociado a US$ 7.726 às 13:49 em Nova York nessa segunda-feira.

Argumentos que reforçavam o papel das criptomoedas como um “abrigo” durante turbulências e incertezas diminuíram nos últimos dias em meio à intensa liquidação no mercado de ações. “Em momentos de estresse, o dinheiro fiduciário é rei e os ativos considerados como porto-seguro podem cair de preço”, disse Denis Vinokourov, chefe de pesquisa da Bequant, empresa de ativos digitais sediada em Londres.

Apesar dessa última queda, o Bitcoin segue valorizando cerca de 8% este ano, ainda com muito debate pelos agentes do mercado sobre o potencial impacto no preço do ativo digital causado pelo próximo “halving”, evento inserido no protocolo do Bitcoin que reduz pela metade a recompensa por bloco minerado na rede.

Caso tenha perdido alguma carta semanal, clique aqui.

Boa semana a todos,
Equipe XDEX

Deixe uma resposta